segunda-feira, 25 de junho de 2018

Uma Morte Conveniente

Em Bromma, um próspero  bairro na periferia de Estocolmo, há uma casa à venda. No dia seguinte a uma visita de potenciais compradores, Astrid, de seis anos, filha do dono da casa, encontra o pai morto. Foi assassinado com uma faca de cozinha da casa e não há sinais de arrombamento.
Emma Sköld, uma jovem inspetora da polícia, é chamada a investigar o caso. E há uma pista: Astrid afirma, que durante a noite, um desconhecido lhe fez uma festa na cara. Mas Emma começa a suspeitar de Cornelia, mulher da vítima e mãe de Astrid, que se queixava de ser frequentemente agredida pelo marido. E só quando se registam outros crimes relacionados com propriedades à venda é que a sua teria desmorona.
Qual é a verdade por detrás dos acontecimentos naquele bairro ostensivamente idílico e próspero? E qual é a relação entre as vítimas?

Sem comentários:

Enviar um comentário

"A suprema felicidade da vida é a convicção de ser amado por aquilo que você é, ou melhor, apesar daquilo que você é." Victor Hugo
Um comentário seu é sempre bem recebido, aquece a minha alma com um sorriso...
Obrigado,

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...