sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Uma Canção de Embalar

Um segredo obscuro de uma família ameaça a vida de duas irmãs, Kate e Hannah, quando a empresa de mobiliário da família é consumida pelas chamas a meio da noite. Os edifícios são reduzidos a cinzas, incluindo o museu onde algumas antiguidades de valor inestimável se encontravam em exposição permanente há anos.
As cinzas revelam um achado surpreendente e desencadeiam um sem-número de suspeitas e perguntas. Terá a explosão sido intencional?
Agora, Gus está morto e Kate encontra-se no hospital, gravemente ferida e em coma, pelo que nenhum dos dois pode contar o que os levou até ao local ou de que forma aquela tragédia poderá estar relacionada com uma jovem que desapareceu há anos. Nem podem lançar o alerta em relação a alguém que anda possivelmente a ocultar os seus passos e que é capaz de matar para se salvar.
O que estava Kate - uma loira lindíssima, alta, técnica oficial de contas numa das maiores empresas de contabilidade do país, irmã de uma estilista em ascensão - a fazer no museu quando aquele foi consumido pelas chamas? Por que razão estava com ela, àquela hora da noite, Gus, um artesão reformado e insatisfeito? E se alguém não for quem diz ser?

2 comentários:

  1. Mais um para a minha lista. Estou agora a ler outro dela, o onde andam as crianças.

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mónica! Esta autora faz parte da minha biblioteca desde miúda, altura em que descobri os livros! Gostei do que estás a ler!!

      Eliminar

"A suprema felicidade da vida é a convicção de ser amado por aquilo que você é, ou melhor, apesar daquilo que você é." Victor Hugo
Um comentário seu é sempre bem recebido, aquece a minha alma com um sorriso...
Obrigado,

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...