domingo, 3 de junho de 2012

Os Descendentes


Este livro deu origem ao filme, com o mesmo nome, protagonizado por George Clonney. E como a oportunidade de ir ver o filme é quase nula!! comprei o livro para ler a história!! isto porque desde há 10 anos para cá só vou ao cinema para acompanhar os meus filhos em filmes de criançada!! Não que me importe!! porque eu até gosto do género.

A história é diferente das que estou habituada a ler, e as personagens são completamente peculiares. Neste livro acompanhamos Matt, um advogado rico que vive no Hawai com a sua mulher, uma senhora completamente dedicada aos desportos radicais. Mas é ao praticar um destes desportos que tem um acidente e entra em coma. E é nesta altura que Matt terá de ser chamado a desempenhar um dos seus papeis há algum tempo esquecido: o papel de pai. Scottie é a filha mais nova de 10 anos, e é das personagens mais inacreditáveis. De facto, trata-se de uma menina rebelde e diferente, sempre à procura de uma aventura interessante para poder contar à mãe. Alex já é mais velha, e passou recentemente por uma experiência com as drogas, tendo posteriormente aceite ir para um colégio interno. Matt tem de lidar com elas, enquanto se prepara para tomar uma grande decisão relativamente à venda de umas terras que lhes foram deixadas pelos antepassados, e que farão com que fique ainda mais rico. Mas é durante todo este processo que descobre algo que o vai levar (a ele, às filhas e a Sid - um amigo de Alex com um sentido de humor estranhissimo) a uma viagem para ir encontrar alguém que nunca conheceu, e com o qual terá de fazer um "ajuste de contas".

1 comentário:

  1. Olá Gorete!

    Adoro o teu blogue e já o adicionei aos meus favoritos!

    Quanto ao livro "Os Descendentes", tal como tu, apenas li o livro, mas gostaria de ver o filme. Gostei do livro pelo facto de nos fazer reflectir sobre o papel de pai/mãe.

    Clooney desempenha o papel de um homem que se esqueceu do que é ser pai... que não conhece as suas próprias filhas, seus gostos, seus desejos, seus medos... Infelizmente, essa situação acontece imenso nos nossos dias.

    Eis um excerto:

    "Alex está a fumar um cigarro (…) Aos dezoito anos jamais imaginaria que um dia seria obrigado a lidar com este tipo de problemas. Seria tão mais fácil ser mau pai. Adorava fumar com a minha filha, sentar-me aqui com as muitas variedades de álcool que há no minibar do quarto e beber diretamente das garrafas e depois atirá-las para a piscina. Quando era novo e estava prestes a procriar, pensava que ter filhos era estar outra vez com os meus amigos da universidade. Iríamos andar por aí e fazer montes de merdas juntos.” (Pág. 177)


    Que livro se segue?

    BOAS LEITURAS! Bjinho

    ResponderEliminar

"A suprema felicidade da vida é a convicção de ser amado por aquilo que você é, ou melhor, apesar daquilo que você é." Victor Hugo
Um comentário seu é sempre bem recebido, aquece a minha alma com um sorriso...
Obrigado,

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...