sexta-feira, 26 de setembro de 2014

A promessa



No início de julho de 1914, a Europa vive os seus últimos dias de inocência.
A jovem Belle realizou os seus sonhos. A uma infância pouco comum seguiram-se anos dramáticos, ao longo dos quais quase cedeu ao desespero. Mas a sua coragem e determinação prevaleceram. A sua vida é agora feliz. Está casada com Jimmy, o seu primeiro amor, e conseguiu abrir a elegante loja de chapéus que sempre desejou. Mas a História do mundo está prestes a mudar. A I Guerra Mundial vai arrastar consigo milhões de pessoas. Belle e Jimmy abdicam de tudo para defenderem o seu país. São ambos destacados para França, onde Jimmy vai arriscar a vida nas trincheiras e Belle conduz uma ambulância da Cruz Vermelha. É um tempo de devastação sem precedentes em que sobreviver a cada dia representa uma vitória. E é quando o passado menos ocupa os seus pensamentos que Belle será obrigada a confrontá-lo pela derradeira vez.




Débora

Foi o nome que escolhi para a minha nova coelhinha!!
Embora eu não conheça muitas pessoalmente, tenho uma "amiga virtual", que deu este nome à sua primogénita!!


Descobri que a origem do nome Débora é Hebraico, tem o significado de  abelha e designa uma pessoa que possui uma força de vontade excepcional, que luta com grande determinação para alcançar seus objetivos...

Sandra!! Se me estás a ver!! Tens aí uma lutadora!! 



 

 Espero que esta minha " pequena lutadora" em forma de coelha, transmita alegrias e mimos a quem ficar com ela!!






sábado, 20 de setembro de 2014

Bom fim de semana!!

... é o que desejo a todos os que me visitam!!



terça-feira, 16 de setembro de 2014

Entretanto...

 ... as minhas agulhas pouco mexem!!
Uma vez que ainda estou a acertar agulhas entre o meu horário, o novo ano escolar e as actividades extra dos meus filhos!!

Se eu ficar



Naquela manhã de Fevereiro, quando Mia, uma adolescente de dezassete anos, acorda, as suas preocupações giram à volta de decisões normais para uma rapariga da sua idade. É então que ela e a família resolvem ir dar um passeio de carro depois do pequeno-almoço e, numa questão de segundos, um grave acidente rouba-lhe todas as escolhas. Nas vinte e quatro horas que se seguem, Mia, em estado de coma, relembra a sua vida, pesa o que é verdadeiramente importante e, confrontada com o que faz com que valha mesmo a pena viver, tem de tomar a decisão mais difícil de todas.





Para quem prefere o filme em vez da leitura!! fica o trail...



quarta-feira, 10 de setembro de 2014

David...


David:  Significa "amado", "aquele que é amado", "querido", "predileto".
Ou não fosse o nome do meu filho!!! eheheheheheh!!

Gosto particularmente da história bíblica,  David é citado diversas vezes especialmente nos livros de Samuel. Foi o nome do mais notável rei de Israel, conhecido por ter enfrentado e derrotado o gigante Golias.





Ora, como estamos na letra "D", nada mais apropriado para o novo coelho cá de casa!! que decerto será amado e querido por uma criança!!, assim o espero...
Este foi especialmente encomendado para servir de presente num baptizado.

Lido...!!!

Durante o fim de semana passado, e tendo já acabado o livro da Lesley Pearse, muni-me de outro livro que andava por aqui à espera de vez, como ia de viagem de avião, com apenas bagagem de mão, não pude levar agulhas comigo!!! (Que desespero!!) Como tal, o livro tinha que ser grande!!!  Mesmo assim não chegou, dando lugar a outro...!!!


Londres, 1910.Belle tem quinze anos e uma vida protegida. Graças aos cuidados da ama, ela nunca se apercebeu de que a casa onde vive é um bordel, regido com mão de ferro pela sua mãe. Porém, a verdade encontra sempre maneira de se revelar… Para Belle, será no trágico dia em que assiste ao assassinato de uma das raparigas da casa. Ingénua e indefesa, ela fica à mercê do criminoso, que a rapta e leva para Paris, onde se inicia como cortesã.Afastada do único lar que conheceu, a jovem refugia-se nas memórias de infância e acalenta o sonho de voltar aos braços do seu primeiro amor, Jimmy. Mas Belle já não é senhora do seu destino. Prisioneira da sua própria beleza, é alvo do desejo dos homens e da inveja das mulheres.Longe vão os anos da inocência e, quando é levada para a exótica e decadente cidade de Nova Orleães, ela acaba por apreciar o estilo de vida que o Novo Mundo tem para lhe oferecer. Mas o luxo e a voluptuosidade que a rodeiam não mitigam as saudades que sente de casa, e Belle está decidida a tomar as rédeas da sua vida. Um sonho que pode ser-lhe fatal pois há quem esteja disposto a tudo para não a perder. No seu caminho, como barreiras fatais, erguem-se um continente selvagem e um oceano impiedoso. Conseguirá o poder da memória dar-lhe forças para sobreviver a uma viagem impossível? 


O que liga um submarino secreto desaparecido, a exploração da Antártida pelos nazis em 1938 e o túmulo de Carlos Magno? Cotton Malone, ex-agente secreto americano, perdeu o pai em criança, supostamente durante um exercício militar, num submarino no Atlântico Norte. 
Empenhado em saber toda a verdade, pede à sua antiga chefe, Stephanie Nelle, para consultar os arquivos militares. A descoberta é surpreendente: o submarino que o pai comandava era uma embarcação nuclear secreta que se perdeu durante uma missão confidencial sob o gelo da Antártida. Mas Malone não é o único em busca da verdade. As irmãs gémeas Dorothea e Christle querem a fortuna prometida pela mãe àquela que descobrir o que realmente aconteceu ao seu pai que morreu igualmente nesse misterioso submarino. Mas elas estão ao corrente de algo que Malone não sabe: instigados por estranhas pistas descobertas no túmulo de Carlos Magno, os nazis exploraram a Antártida, em 1938. 
O ex-agente descobre que um diário redigido com enigmas indecifráveis e a viagem desventurada do seu pai estão relacionados com uma revelação de consequências incalculáveis para a humanidade. 
Finalmente será confrontado com a verdade sobre a morte do pai e com a possibilidade do seu próprio fim.






terça-feira, 2 de setembro de 2014

Setembro - Mês de Sensibilização ao Cancro

Setembro é o mês de "alerta" e da tomada de consciência sobre o cancro.
É muito importante reconhecer pequenos sinais que nos façam recorrer aos médicos. Muitas vezes são vitais! Mas tenho uma certa aversão a "dias de" " meses de" e penso que todos os meses devem ser de alerta, todos os dias devem ser da mãe, da mulher, da criança, do pai, etc. etc. Sobretudo porque perante esta doença são todos heróis e guerreiros 365 dias/ano.




Malhas de Esperança e Afectos reforçam esta sensibilização através do Facebook.

Vale a pena a tomada de atenção!! Nunca sabemos quando esta doença silenciosa pode andar perto de nós, sem dela tomarmos conhecimento...

Todos os dias devem ser de alerta!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...